Login  Recuperar
Password
  11 de Dezembro de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Alcobaça
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Alcobaça aprova orçamento de 41,3 milhões de euros para 2019

A Assembleia Municipal de Alcobaça aprovou por maioria um orçamento de 41,3 milhões de euros para 2019, mais 1,4 milhões do que o orçamentado em 2018 no concelho onde se prevê que o maior investimento seja no setor social.

29-11-2018 | Paulo Alexandre

A Câmara de Alcobaça vai gerir, em 2019, 41.337.050 euros, orçamento que representa um aumento de 3,7% (1.481.515 euros) em relação aos 39,8 milhões de euros orçamentados em 2018.
No documento, aprovado na sexta-feira à noite na Assembleia Municipal, as receitas correntes ascendem a 30.421.098 euros e as de capital a 10.915.952 euros.
No capítulo da despesa a corrente totaliza 23.023.886 euros, mais 8,55% que em 2018. A de capital cifra-se em 18.313.164 euros, menos 1,7% que no ano anterior.
No orçamento a que a Lusa teve acesso, os impostos diretos representam a maior fatia das receitas, com 12,2 milhões (mais 5,6% que em 2018), seguidos das transferências correntes.
No lado da despesa a aquisição de bens e serviços (com 12,7 milhões) e os custos com pessoal (com 7,2 milhões) são as duas maiores rubricas, registando esta última uma subida de 2,45% relativamente ao orçamento anterior.
Nas Grandes Opções do Plano (GOP) as funções sociais arrecadam 49,6% da receita (16,7 milhões), seguindo-se as funções gerais, com 26,7% do orçamento (nove milhões).
O orçamento foi aprovado com os votos favoráveis do PSD (força maioritária no executivo), os votos contra da CDU e as abstenções do PS e do CDS.
Luís Crisóstomo, da CDU, considerou que o orçamento, apesar das “contas equilibradas”, teria “espaço para melhoria” e apontou divergências, nomeadamente em relação “à água cobrada [pela empresa Águas de Lisboa e Vale do Tejo] e que não é consumida”, para sustentar o voto contra.
Sem contestar “o rigor” do documento, Mário Gonçalves, do CDS, apontou ao documento falhas como “a ausência de uma nota introdutória que explique a sua orientação política e qual a estratégia para o concelho”, bem como a “calendarização da execução orçamental”.
Leonel Fadigas, do PS, sublinhou o “caráter de continuidade” na gestão que, criticou, “tem tido pouco impulso para o desenvolvimento económico, criação de emprego e fixação de jovens no concelho”.
Na mesma reunião foi ainda aprovado o orçamento dos Serviços Municipais (SMAS), no valor de 9,6 milhões de euros.
Nas opções do plano os recursos hídricos e o abastecimento de água arrecadam 50% do investimento previsto em 2019, movimentando 2,4 milhões de euros.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar

      Foz do Arelho - Aluger Apartamento T1, completamente equipado, perto da paia.
      Casa de Férias - Nazaré Casa T2, a 50m da praia, para férias no mês de Agosto.
      Albifeira - TimeShare Apartamento com vista para o mar em regime de timeshare.
      CLASSIFICADOS XTUDO.PT
      Turismo de Coruche

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]