Login  Recuperar
Password
  22 de Setembro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Educação
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Professor da Escola Profissional de Agricultura de Alcobaça desenvolve o pão de medronho

O “Pão Medronho”, desenvolvido por Rui Lopes, professor na Epadrec de Alcobaça e estudante na licenciatura de Dietética e Nutrição na Escola Superior de Saúde (ESSLei) do Politécnico de Leiria, foi o terceiro classificado do 4º Concurso de Ideias Agriempreende, que decorreu no âmbito do Fórum de Empreendedorismo e Inovação, e distingue ideias inovadoras no setor agrícola.

01-08-2019 | Paulo Alexandre

O pão resulta de uma investigação de cinco anos e estará disponível no final deste ano em vários pontos dos distritos de Leiria, Castelo Branco e Lisboa.
O produto, em fase de conclusão dos processos produtivos, apresenta um perfil nutricional diferenciador, que se destaca pelo baixo teor de sódio e a presença de vários minerais provenientes do medronho.
É rico em fibras e conta com vários ácidos orgânicos voláteis e compostos antioxidantes, como os flavonoides, benéficos pela sua ação anti-inflamatória e na proteção da função cardiovascular, na diminuição do risco de cancro e da oxidação celular.
Rui Lopes explica que é “um pão de aspeto rústico, com farinhas não corrigidas, de longevidade superior – mantendo a frescura e macieza interna até ao sexto dia de vida útil. A disponibilização deste pão aromático no mercado pretende dar resposta aos consumidores que procuram produtos alimentares mais naturais e saudáveis, com benefícios para a saúde, e que podem ao mesmo tempo apoiar a fileira do medronho”.
Ao longo do projeto de investigação foi ainda possível encontrar soluções tecnológicas que contribuem para a resolução de alguns problemas no processamento deste fruto na indústria de transformação alimentar, o que permite apoiar a fileira do medronho e reorganizar as estratégias agroindustriais, e apoiar a economia das populações do interior de Portugal, onde o fruto tem maior expressão económica agroflorestal.
Rui Lopes é estudante finalista da licenciatura em Dietética e Nutrição na Escola Superior de Saúde do Politécnico de Leiria, membro colaborador do Centre for Innovative Care and Health Technology do Politécnico de Leiria (ciTechCare), e estudante do mestrado em Gestão da Qualidade e Segurança Alimentar da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM) do Politécnico de Leiria.
O Pão Medronho estará disponível ao consumidor perto do final de 2019 na padaria Ritus do Pão, e em algumas lojas do grupo Coviran na região de Leiria, prevendo-se o alargamento dos pontos de venda nos próximos anos.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar

      Foz do Arelho - Aluger Apartamento T1, completamente equipado, perto da paia.
      Casa de Férias - Nazaré Casa T2, a 50m da praia, para férias no mês de Agosto.
      Albifeira - TimeShare Apartamento com vista para o mar em regime de timeshare.
      CLASSIFICADOS XTUDO.PT
      Turismo de Coruche

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]